(fotos de turmas anteriores)

Em agosto de 1996 lançavam-se as bases para o que posteriormente se consolidaria como o Curso de Espanhol Básico do Centro de Intercâmbio Cultural "Martí Popular", que hoje funciona exemplarmente.

Surgido inicialmente da idéia de nossa companheira Lírian Tabosa, segundo a premissa de potencializar nossos companheiros para comunicarem-se mais eficazmente com nossos companheiros de língua hispânica, formamos inicialmente uma turma informal de 8 ou 9 alunos. Ao final do semestre a procura pelo curso já era surpreendente e tivemos que começar a estruturá-lo de fato. À medida que o curso ia acontecendo, começamos a confeccionar apostilas, ficha de inscrição e controle de freqüência e rendimento etc. No ano seguinte já tínhamos organizado uma turma regular do que posteriormente viria a ser o : Módulo 1, com cerca de vinte alunos. Nesta época funcionávamos em uma sala emprestada pelo PDT de Nova Iguaçu, na Av. Mal. Floriano, em frente à Otávio Tarquínio. O movimento de eleições de 96 e o receio de que fóssemos contundidos com o partido nos fizeram sair do local. Conseguimos um espaço no Sindicato dos Químicos de Nova Iguaçu, atrás da Prefeitura, onde chegamos a funcionar apenas até o início de 1997, quando encontramos asilo no Sindicato da Construção Civil. Nossa estadia ali também foi ficando impossível, até que optamos por sair. No segundo semestre de 97 havíamos passado a administrar um bar na rua Cel. Carlos Matos, ao lado da Prefeitura. Após algumas discussões resolvemos utilizar o bar aos sábados, como sala de aulas para o curso. Batizado como "Raízes" o bar cumpriu muito bem a função: aos sábados, em meia-porta, ministrávamos as aulas de espanhol. Na verdade o bar não servia apenas como sala de aula nos finais de semana, mas também como espaço político, ambiente de reuniões, mesmo quando estava funcionando. Funcionamos ali durante os anos de 98 e início de 99. No final de 98 estávamos articulando um grupo para participar do Congresso de pedagogia em Havana, marcado para fevereiro de 1999. O Raízes teve uma função muito importante nessas articulações. Ali nos reuníamos, ali articulamos um curso intensivo de espanhol para os professores, em grande parte do Instituto de Educação Rangel Pestana. Estavam a Celenita, o Luis Fernando, a Janeth e o nosso saudoso "Marquinhos", entre outros. Quando da volta desses companheiros, em fevereiro de 99, surgiu o Pedagogia '99 - Repensando a nossa história. Após este encontro, que quase lotou o teatro do Rangel Pestana, conseguimos uma parceria com a direção daquela escola, que nos garantiu a utilização de duas salas de aula aos sábados para que funcionasse o curso de espanhol. Hoje, após dez anos de atividade naquela Escola -e por motivos alheios a nossa vontade- já não estamos funcionando mais naquele Instituto.

Novas turmas se iniciam no primeiro sábado após o início das aulas da Rede Estadual de Ensino do Estado do Rio de Janeiro (veja calendário 2012).

As aulas acontecem das 14:30 às 16:30h, na Escola Técnica Estadual João Luiz do Nascimento.. Informações somente no local, dia e horário indicados. Não reservamos vagas: os que assistirem a Aula Inaugural terão garantidas suas respectivas vagas.

Informações gerais sobre o curso:

É um curso livre;

Tem a duração de dois semestres letivos;

Exige-se idade mínima e escolaridade de 14 anos e oitavo ano, respectivamente;

O Curso é gratuito.

As aulas são socializadas e contextualizadas.

Não trabalhamos com livro didático, mas com apostila própria. Utilizamos também textos de jornais, revistas, poemas, canções e filmes relativos à literatura espanhola e latinoanericana. Enfatizamos os costumes e hábitos regionais, as lendas e os mitos, a contemporaneidade latinoamericana.

Principal

Atenção: devido a mudanças na faixa etária da clientela, após 17 anos de funcionamento não pudemos continuar oferecendo o Curso.